O que beber em Cusco #5: Não deixe de tomar

semana cusco2Em todo canto existem aquelas bebidas que você não deve deixar de provar por serem muito características do lugar, né? Aí vai uma listinha das imperdíveis cusquenhas, inclusive uma Cusquenha.

1. INCA KOLA

Foto: Não Sei Cozinhar/Felipe Peres CalheirosA Coca-Cola fez com a Inca Kola, no Peru, o mesmo que com o Guaraná Jesus, no Maranhão: incorporou ao portfólio depois de ser vergonhosamente trucidada no mercado. hahaha Se já é um fenômeno um estado INTEIRO ignorar a Coca-Cola por causa de um refrigerante local, avalie um país! Pois é, a Inca Kola ainda é mais vendida que a Coca no Peru e eu acho isso massa, por isso esse estranho líquido tem todo o meu respeito e mereceu se encontrar com minhas papilas gustativas. Além da cor de marca texto, a Inca Kola tem em comum com o Guaraná Jesus o inconfundível sabor de Tylenol em gotas. huuuummm É ruim, mas muito popular e pode ser encontrada em toda esquina por menos de dois soles.

2. PISCO SOUR

Foto: Não Sei Cozinhar/Felipe Peres CalheirosPisco é uma aguardente feita de uva, bastante tradicional no Peru. Passei em frente a um bar em Cusco dedicado só a essa bebida. Não cheguei a provar pura, mas o pisco sour (a pronúncia é “pisco sauer”), um drink equivalente a nossa caipirinha, eu tomei e achei delícia. Bom mesmo, só que muito forte para os meus padrões alcoólicos – que não podem ser levados em consideração visto que uma cerveja me deixa alegre. Ele é preparado com açúcar, limão e clara de ovo. Quase todos os restaurantes que fomos tinha ele reluzente no cardápio, então é facinho de encontrar. Imperdível.

3. CUSQUENHA

Cusquenha/Não Sei CozinharJá aviso que não tomei a Cusquenha pelo motivo de estar fazendo uma média de 10 °C e, pfv, cerveja era a última coisa que eu passava perto de botar pra dentro. Ela é servida em temperatura ambiente, só para vocês ficarem sabendo. E vem gelada, amigo. Não é o gelaaaaaaada que o brasileiro gosta, mas aqui tem sol e ele funciona. Lá, não. A cusquenha está na lista porque quem bebeu me falou que a bonita é MUITO boa, com uma qualidade anos longe das brejas do mesmo padrão no Brasil. Eu trouxe algumas de presente pro meu pai e fiquei com uma garrafinha pra provar num clima mais apropriado. Depois atualizo pra colocar aqui.

*CHICHA

Desde que vi Anthony Bourdain bebendo chicha (uma bebida fermentada feita de milho e, segundo o guia do Machupicchu, entornada feito água pelos Incas) quando ele foi a Cusco fiquei com vontade de tomar também. Mas, não tomei. Fui a pior das exploradoras gastronômicas e não tive coragem de provar quando vi pessoalmente. Tava lá, no meio da rua, sendo servida com uma cumbuquinha de plástico. Fui adiando sempre que via e terminei voltando pra casa sem a honra de ter vivido a experiência. Na próxima, quem sabe…

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

2 Comentários

  • Responder julho 19, 2013

    Nathalia

    Porra, milenna! Tem que tomar a cusqueña!!!

    • Milenna Gomes
      Responder julho 19, 2013

      Milenna Gomes

      Vou tomaaaar! Lá tava frio. Sofri muito. kkkkkk

Deixe um comentário