Recife Antigo: quinta-feira é dia de cozido no Royal

Quando abriu, em 1944, o Royal Bar e Restaurante era um cabaré, algo muito comum no Recife Antigo daquela época. As famílias fofinhas que vão ao bairro aos domingos, hoje em dia, nem imaginam a indecência. haha Segundo os mais velhos me contam, as ruas do nosso cartão postal eram espaço para homens boêmios. As mulheres que circulavam pela redondeza não eram bem vistas por conta do “comércio” local. O Royal abrigou um deles. No andar de baixo estava o bar, onde a galera se encontrava. Na parte de cima tinham os quartos, onde a galera se encontrava de novo. Pelos idos de 1947, quando os donos desfizeram a sociedade e apenas um, seu Ribeiro (tem uma foto dele bem grande decorando o lugar), ficou tomando conta, é que o estabelecimento mudou os serviços. E nunca fechou desde então. São 71 anos, minha gente! É um pedaço ainda em funcionamento da história do Recife Antigo. Fica na rua Mariz e Barros, paralela à Madre de Deus (bem na esquina com a Toamazina), e quase toda quinta eu tô lá porque é dia de cozido. E que cozido!

Custa amados R$ 20 e serve muito bem duas pessoas, até três. É bem grande meeeesmo. Me assustei da primeira vez que vi, achava que não ia dar conta. Mas eu comi sozinha porque não nasci pra bricadeira e cozido, pra mim, é uma das melhores comidas na vida. O de lá tem TUDO. Ovo, quiabo, carne de panela, charque, linguiça, batata, cenoura, jerimum, banana, macaxeira e maxixe. Vem acompanhado de arroz e, claro, um pirãozinho delícia e super bem feito.

Cozido Royal 3

É delicioso demais. Só não supera o de mainha, que nunca vai ter concorrente à altura. Se você for, nem adianta chegar de 13h da tarde. O cozido é disputado a tapas, meu povo. Tanto que de 12h, em alguns dias, já acabou. O esquema agora é ligar pra lá e pedir pra Grislayde, uma das atendentes, reservar. Mas, até onde eu sei, ela só faz isso para a clientela fiel. E quando tá de bom humor. Porém, contudo, todavia, eu acho válida a tentativa. Nem que seja pra fazer amizade e marcar uma nova ida.

Cozido Royal 1

Aaaah, olha que amor: o caldinho de feijão é grátis. Pelo menos na quinta-feira, não sei nos outros dias. O arrumadinho também é joia, viu? Mega farto e super fotogênico (loka do insta! segue eu @milennagomes). Não lembro o valor, mas quase tudo por lá tem um ótimo custo-benefício. A sopa de feijão da ceia é delícia também. Vale muito.

Caldinho Royal Arrumadinho Royal

Na primeira vez que fui, fiquei admirando a foto de seu Ribeiro na parede quando, de repente, eu VEJO ELE atrás do balcão. Quase caio pra trás do susto, achando que era assombração. Te juro. CREIOEMDEUSPAI, O HÔMI TÁ VIVOOOO! E trabalhando, viu? Está de parabéns e merece palmas de pé. Pois bem, vá no Royal e coma o cozido que é digníssimo. O ambiente é simples, mas organizado. E ainda dá para admirar o velho Recife nas fotos em preto e branco que decoram o local.

Royal Sei Ribeiro 2SEU RIBEIRO O Royal tem 71 anos e o dono é o mesmo desde a abertura. UAU

Serviço

Royal – Bar e Restaurante
Rua Mariz e Barros, 181, Recife Antigo

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

3 Comentários

  • Responder abril 23, 2015

    Bárbara Lima

    Mentiraaaaa…
    Preciso conhecer para onteeemmm…
    Cozido, meu prato preferidooo.
    Quero ver se é melhor que o de tia Luci…

  • Responder abril 23, 2015

    Alberto Oliveira

    Almoço quase que diariamente. Recomendadíssimo!!!!
    Aproveitem para apreciar o chamado Prato do Dia!!

  • Responder maio 5, 2015

    regina silva

    Lá também tem um lombinho, acho que às quartas, com um feijão caseiro que é de comer chorando de tão delicioso.

Deixe um comentário