Onde comer bem e barato em San Francisco

Há exatamente um ano eu estava em terras californianas, mais especificamente em San Francisco, tirando um sonho do papel: viajar sozinha e estudar inglês. Contei essa experiência aqui, quanto custou e se valeu a pena. Uma dos motivos de ter escolhido a cidade como destino foi a fama gastronômica do lugar, uma referência americana quando se trata de boa comida. Como o dólar, na época da viagem, estava a deliciosos R$4,20, não deu para visitar os restaurantes estrelados. Longe disso. Precisei mesmo economizar. Uma bola de sorvete a $10 era R$ 42, né amigue? Foi difícil evitar a conversão, mas comi muito e bem. Voltei feliz e não fali.

É caro comer em San Francisco?

É preciso levar em consideração que San Francisco é uma metrópole visitada por milhares de turistas todos os dias. Normal que com tanta demanda por serviços os valores aumentem. Mas não achei um absurdo, tendo em vista as porções agigantadas dos pratos, típico dos americanos. Dá para almoçar (prato + bebida) em restaurantes do dia a dia e ficar com comida saindo pelas orelhas por $ 20 (dólares), às vezes $15. A isso acrescente sempre a gorjeta, entre 15% e 20% da conta. É falta de educação não incluir.

O que comer quando estiver por lá?

A região é conhecida pelas plantações orgânicas, então os vegetais são bons na maioria dos lugares. E por estar na costa, invista em frutos do mar (prove o king crab, aquele caranguejo gigantão). Mas, como é uma cidade grande, San Francisco reúne uma variedade espantosa de comidas do mundo todo. Pude perceber uma influência mexicana bem forte. A proximidade geográfica com a Ásia também faz do lugar um caldeirão de culinária temperada, colorida e de sabor forte. Aproveitei para experimentar coisas que não encontro com facilidade no Recife, como pratos paquistaneses. Ah, beba vinho. Napa Valley e Sonoma, duas das regiões produtoras de vinho mais importantes dos Estados Unidos, ficam ali coladas. Até Coppola, o cineasta, mantém uma vinícola por lá. Os brancos da marca dele são ótimos e fáceis de achar no supermercado.

Onde comer em San Francisco?

Punjab Kebab House (Comida paquistanesa e indiana)

Achei o Punjab por acaso, num dia de chuva e de fome. Entrei e foi uma ótima surpresa. Pedi um curry de frango com feijão picante que é bem comum tanto no Paquistão quanto na Índia, segundo o proprietário. Estava DELICIOSO. Veio arroz basmati no prato e uma cestinha com naan, um pão indiano achatado, fofinho e quentinho. Sensacional. Que refeição, viu? O prato era enorme e custou $9,95.

Onde: 101 Eddy St, San Francisco, CA 94102, EUA
Fica: perto da Powell Station, de onde saem os bondinhos
Na web: www.punjabkababhousesf.com

Ferry Building Marketplace

Oficialmente o lugar mais visitado por mim em San Francisco. Perdi as contas de quantas vezes fui lá explorar. Fica ridiculamente bem localizado, no fim da Market Street, a avenida principal do centro, e bem na baía, de frente para o mar. Aliás, do Ferry saem barcos para Sausalito e outros lugares legais de visitar. É um porto e a estrutura interna foi revertida em mercado, que reúne fazendeiros da região, produtos locais (queijo, azeite, vinho, cogumelos, chocolate) e artesanais, cafés, docerias, restaurantes. De se emocionar. Ele é tão maravilhoso que merece um post só pra ele. Clica aqui e vem ver.

Onde: 1 Ferry Building, San Francisco, CA 94111
Fica: no pé da Market Street, de frente para o mar, no Embarcadero
Na web: www.ferrybuildingmarketplace.com

The Market

Outro lugar que é uma amostra do paraíso pra quem gosta de comida. É um mercado que concentra padaria, café, supermercado, restaurante de sushi, de tacos, de tapas, de pizza, doceria… As prateleiras são abarrotadas de produtos locais, orgânicos, diferentes. Tem cogumelo, peixe fresco, vinho, ketchup. Não tenho vergonha de dizer que fui cinco vezes no mês em que estive em SF. E iria mais cinco. Comi a seleção de sashimi do chef ($10), bebi vinho branco ($ 6, a taça), me lambuzei de cheesecake ($4) e comprei comida de presente pra dar a um monte de gente. Vida. <3

Onde: 1355 Market St, San Francisco, CA 94103
Fica: do lado do escritório Twitter, no mesmo prédio, na verdade, bem na Market Street
Na web: www.visitthemarket.com

The Old Siam – Thai Restaurant (Comida indiana)

Dica de um tailandês que me atendeu numa loja de aluguel de carros. Perguntei onde comer por perto e ele indicou esse lugar, que já é bem tradicional. Tem muitos caldos e friturinhas no menu. Gostei bastante e me arrependi de não ter ido de novo. Minha escolha foi o Pad Thai, um macarrão de arroz frito com camarão, tofu, ovo e broto de feijão ($9,95) mais um chá quente ($1).

Onde: 201 Ellis St, San Francisco, CA 94102, EUA
Fica: perto da Powell Station, de onde saem os bondinhos
Na web: fanpage

Moya – Ethiopian Restaurant and Coffeehouse (Comida etíope)

Esse restaurante fica a uma rua da escola onde eu estudei e serve comida da Etiópia. Fiquei logo curiosa. Eles têm um menu vegetariano bem legal, mas pedi o Doro Tibs ($11,50), iscas de frango temperadas com berbere, um tempero etíope que mistura especiarias como pimenta, gengibre e alho. É bem picante e lembra muito comida brasileira. Acompanha salada e injera, uma espécie de pão. A textura lembra aqueles jogos americanos de borracha, bem fofinhos, e o sabor é azedo por causa da fermentação. Interessante.

Onde: 121 9th St, San Francisco, CA 94103, EUA
Fica: no bairro Mission, perto da estação Van Ness  e de uma loja de dois andares da Kryolan (loucura!)
Na web: fanpage

Caffe Baonecci (Comida italiana)

De certeza uma das melhores pizzas que já comi. Talvez a melhor. Quem me levou para provar foi Stefano, italiano de Gênova que mora na mesma casa de estudantes em que me hospedei. O restaurante é o lugar onde os pais dele comem quando vão a San Francisco, só para vocês terem noção. Fica na Little Italy, ou Pequena Itália, região repleta de cafés, restaurantes, padarias, docerias e sorveterias italianas. Pedi o sabor especial Salame Trufado ($20,95), com molho de tomate, muçarela fresca, rúcula e azeite de trufa. SENHOR DEUS TENDE MISERICÓRDIA! Que massa! Coberta na medida. Só de lembrar eu salivo. E a pizza é servida no melhor estilo italiano, inteirinha só para você.

Onde: 516 Green St, San Francisco, CA 94133, EUA
Fica: na Little Italy, o bairro italiano de San Francisco. Dá pra chegar de Cable Car e de ônibus (Powell-Hyde and Powell-Mason e linhas 1 e 30, respectivamente).
Na web: www.caffebaonecci.com

Señor Sisig – Filipino Fusion Food Truck (Comida filipina)

Minha então chefe e editora de gastronomia da Folha de Pernambuco, Vanessa Lins, viu esse truck num episódio do programa de Anthony Bourdain e me marcou no Insta deles. Fiquei paquerando pela internet antes de viajar, mas sabia que não iria correr atrás de comida móvel por simples preguiça. Um belo dia, saindo da aula, ele estava lá, na porta. Era o destino. Comi o The “Señor” Sisig Burrito ($10) de porco, com arroz de alho, feijão, alface, creme de coentro e pico de galo, uma espécie de vinagrete só que feito com limão. Bem gostoso, mas basicamente uma refeição brasileira dentro de um burrito. No site eles mantêm a agenda da semana e fica bem fácil de achar o carro.

Onde: pelas ruas
Fica: rodando por aí
Na web: www.senorsisig.com

Cumaica Coffee

O Cumaica vai ter sempre um lugarzinho guardado no meu coração. Quando penso em San Francisco é ele que vem à cabeça e ao paladar. Fez parte do meu dia a dia na cidade da Golden Gate. Foi lá onde me abasteci de bom café e comida pela manhã para encarar cinco horas de aula. Fica na esquina da escola de inglês em que estudei e serve grãos, entre outros, da Guatemala e de Sumatra. O dono, se bem me lembro, é Colombiano. Aconselho o mocha, é ótimo. E os bagles… Ai, os bagles, essas rosquinhas salgadas que me arrebataram. Meu favorito era o de cebola com cream cheese. No menu há, também, iogurte natural artesanal de fazendas orgânicas, com ou sem frutas e granola. E o cupcake de abóbora com cream cheese merece cinco ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ .

Onde: 1398 Mission St, San Francisco, CA 94103, EUA
Fica: perto do Twitter, do The Market, do Moya
Na web: fanpage

Ramen Yamadaya (Comida japonesa)

San Francisco também tem um bairro japonês. A Japantown não é tão caricata quanto a Chinatown. Como os próprios japoneses, é mais quieta, discreta. Fui numa tarde e não achei lá essas coisas, mas é possível que eu não tenha ido nos lugares certos. Aproveitei pra fazer compras em lojinhas lindas e tomei um rámen ($9,50), caldo quente com noodles, vegetais e cogumelo. Gostoso e cheio de sustança, mas bem grande. Se não tiver com tanta fome, evite entradinhas. Eu acabei pedindo uma porção de guioza com arroz ($3,50) antes e teria parado por aí.

Onde: 1728 Buchanan St. San Francisco, CA 94115
Fica: na Japantown, o bairro japonês de San Francisco. De lá, dá pra ir andando até as Painted Ladies
Na web: www.ramen-yamadaya.com

Eastern Bakery (Doces chineses)

Entrei nesse lugar bem desconfiada. Tinha papelão molhado no chão, papel e caixa pra todo lado. Uma confusão. Até a vitrine é um caos, um belo caos doce e colorido. Orlando, um peruano casado com uma chinesa que quase não fala inglês, nos atendeu (a mim e a Shahad, companheira de quarto durante um mês) e então descobrimos que ali era uma doceria SUPER tradicional do bairro, a primeira da Chinatown, frequentada até pelo ex-presidente Bill Clinton. Tem foto na parede pra provar. Comemos um pãozinho doce recém-saído do forno, cuja massa do meio se misturava com um creme de coco. Muito bom. Surpresa boa danada, o doce e a simpatia do dono.

Onde: 720 Grant Ave, San Francisco, CA 94108, EUA
Fica: na Chinatown, o bairro chinês de San Francisco
Na web: www.easternbakery.com

Roam Artisan Burgers

Talvez o melhor hambúrguer que já coloquei na boca. Foi minha última refeição em SF e não poderia ter sido mais gostosa. Indicação de quem vive lá e gosta de comer (Stefano, o italiano, e Shahad, a colega de quarto). Você monta o sanduíche. Primeiro, escolhe a carne entre bovina, de peru, bisão (o búfalo americano) ou vegetariano. Depois, o estilo, que são combinações fixas. Arrematei o French and Fries ($10,49): dentro do pão, carne bovina, batata frita com parmesão e azeite de trufas, gruyère, cebola caramelizada, abacate, agrião, mostarda em grãos e molho picante. Desculpa o linguajar, mas puta que pariu. Que hambúrguer!

Câmera e celular descarregados esse dia, acabei não fazendo fotos. Essas são do blog Sunset Media Wave.

Onde: 1785 Union St, San Francisco, CA 94123
Fica: a 15 minutos de caminhada da Lombard Street e a 2o minutos do Palace of Fine Arts
Na web: www.roamburgers.com

Redes famosas

Cheesecake Factory

Eu, doida do cheesecake, precisei conhecer esse lugar. Almocei uma massa e me empaturrei com a torta de queijo da casa – tão mal falada por aí, mas que eu amey. Fui na tradicional, minha favorita. Há uma infinidade de sabores. Oreo, caramelo, banana, chocolate, avelã… A fatia custa a partir de $7, sem cobertura.

Onde: em vários lugares de cidade, veja aqui
Fui: na unidade de Union Square que fica no prédio da Macy’s
Na web: www.thecheesecakefactory.com

Ben and Jerry’s

Aproveitei um dos poucos dias de céu aberto – chove muito em março, é um saco – pra tomar um sorvetinho dessa marca que eu amo. Não é difícil de encontrar os potes no Brasil, mas loja mesmo só tem no Rio e em São Paulo. Então, se joga. É bom demais! Pedi uma bola de chocolate com cookies mais casquinha de chocolate zerado ($10).

Onde: em vários lugares de cidade, veja aqui
Fui: na unidade da Hight-Ashbury, o bairro hippie de San Francisco
Na web: www.benjerry.com

Lee’s Deli

A Lee’s é um take away, lugar para pegar a comida e levar – e comer num parque, talvez, San Francisco tem vários. A comida tem influência asiática, com muitas opções de vegetais, folhas, carnes picantes e coisas que não consegui identificar. É no peso e nesse pratinho eu paguei menos de $8.

Onde: em vários lugares de cidade, veja aqui
Fui: na unidade da New Montgomery
Na web: www.leesdeli.com

Chipotle Mexican Grill

O Chipotle foi a minha primeira refeição em San Francisco. Shahad, minha colega de quarto, me apresentou. É BOM VIU? Deus abençoe a América e o fast food. A proposta desse é ser saudável, com comida de verdade, comprada dos produtores orgânicos locais. Recentemente, a marca passou por uma crise por conta de várias infecções da bactéria E.Coli nos clientes, mas conseguiram dar a volta por cima. Comi umas três vezes esse prato GIGANTE de feijão, guacamole, carne, queijo e vinagrete ($11). Tô viva e bem. Em tempo, chipotle é um molho apimentado da cozinha mexicana que acompanha a comida.

Não fiz foto das vezes que fui lá, então vai esse de divulgação

Onde: em vários lugares de cidade, veja aqui
Fui: na unidade de frente à H&M, na Powell Station
Na web: www.chipotle.com

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

Seja o primeiro a comentar