Mudei, ora pois! Vim estudar em Portugal

O marasmo neste blog durante os últimos meses tem justificativa. E daquelas bem boas. Me mudei, ora pois! Nos próximos dois anos, minha residência é o Porto, em Portugal. Pular de um país para o outro dá um trabalho da gota, viu? É visto, desmontar a casa, empacotar tudo numa caixa de 23kg, doar o que não quer, se despedir do povo, administrar mainha chorando, cuidar do próprio emocional… Enfim, cês entendem porque não estava postando, né? Depois de estagiar na área gastronômica, me meter numa graduação em gastronomia, fazer um doc gastrô para o TCC de jornalismo e trabalhar nos últimos dois anos e meio em jornal, num caderno especializado na área, resolvi que deveria estudar. Alimentação – Fontes, cultura e sociedade é o nome do mestrado que estou cursando, na Universidade de Coimbra, e, olha, eu não poderia ter acertado mais na escolha da pós-graduação. Imagina alguém que gosta de jogos indo estudar…jogos. Tô numa alegria que nem cabe em mim!

Pelas bandas de cá, já estou me empanturrando de doces, queijos e bacalhau. Estamos, Felipe e eu, na casa de amigos e enquanto não encontramos um cantinho nosso a coisa ainda vai andar meio lenta neste “sítio” (site), como dizem os tugas. Mas, em breve começo a colocar textos sobre a rotina daqui. Me acha lá no Insta! Por lá, o babado continua atualizado. Quem me segue viu…

O adeus às minhas plantinhas

Recife me dando “tchau”

Até breve, Recife. Volto já. #boaviagem #recife

A photo posted by Milenna Gomes (@milennagomes) on

ajsjhs

A Ribeira e o Rio Douro me dando as boas-vindas

Pareceu uma eternidade chegar aqui (foi com muita, muita emoção), mas eis que o Porto está sob meus pés. E é por aqui onde vamos, Felipe e eu, andar pelos próximos dois anos, como os amigos mais próximos e familiares já sabem. Aliás, obrigada a vocês pelo suporte emocional nesta mudança. Desmontar uma vida e começar outra, além mar, é tão empolgante quanto assustador. Foi fundamental o amor de todo mundo nessa hora. Logo, logo a gente volta. Enquanto isso, vou me abraçar um pouco mais com a gastronomia, dessa vez no mestrado Alimentação – Fontes, cultura e sociedade, na Universidade de Coimbra, porque esse negócio de comida sempre mexeu com meu coração. O Não Sei Cozinhar, assim que eu respirar por aqui, vai sendo atualizado com textos de cá e daí. Os do Recife surgirão com menos frequência, tá? Vou contar com a disponibilidade dos amigues jornalistas que puderem comparecer às pautas. O material fotográfico do blog continua, em sua maioria, sendo exclusivo, como eu sempre gostei, graças aos cliques recifenses de @izabelaalvesfotografia e @eu_ben. Sugestões no email de sempre: contato@naoseicozinhar.com. Me acompanha por aqui. ❤ #NSCemPortugal

A photo posted by Milenna Gomes (@milennagomes) on

 

Meu primeiro dia de aula e amor por Coimbra

Comidinhas

Passeios

Você muda um pouquinho da rota e dá numa quinta. Coisas de Portugal.

A photo posted by Milenna Gomes (@milennagomes) on

E paisagens lindas

🇵🇹

A photo posted by Milenna Gomes (@milennagomes) on

Vocês têm dicas de Portugal pra me dar? Tô anotando todas! <3

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

3 Comentários

  • […] Mudei, ora pois! Vim estudar em Portugal […]

  • Responder abril 23, 2017

    Nicole Morely

    Ola Milenna, descobri seu blog meio que por acaso lendo a respeito do intercâmbio. Pois então, tenho 25 (quase 26 anos), me formando agora e mil dilemas profundos passam em minha cabeça 1- fazer um intercambio com essa idade para aprimorar meu ingles (quem sabe ate consegui emprego em outro país) 2- ou investir em um mestrado que estou paquerando em Portugal.
    Será que poderia compartilhar mais a repeito do mestrado que esta realizando?

    abraços

    • Responder abril 26, 2017

      Milenna Gomes

      Oi, Nicole! Ai, esses dilemas profundos. Dão um nó no juízo, sei bem como é.

      Um intercâmbio e um mestrado são coisas bem diferentes. Acho que você consegue arrumar um emprego enquanto faz a segunda opção e o resultado pode ser mais interessante pro teu currículo do que um intensivo em inglês. Mas, isso é você que pode avaliar.

      Mestrado em Portugal é pago e o valor da propina, que é como eles chamam a mensalidade, varia com a universidade. Você precisa fazer essa pesquisa nos sites de cada uma. Faço em Coimbra, é caro para o meu bolso e não tem bolsa pra brasileiros. :/

      Mas tenho curtido bastante. Tenho aula em somente uma dia da semana, que me ajuda a ter tempo para estudar ou trabalhar. São dois anos, normalmente. O primeiro de aulas presenciais. O segundo, de pesquisa. Você nem precisa estar em Portugal.

      Te respondi ou falei desmais e não disse nada? Haha Se tiver mais duvidas eu to por aqui. Bjs

Deixe um comentário