Kefir, o milagroso

Se Zé Meningite, que já teve bronquite, leptospirose, cancro, sarampo, catapora, varíola, caxumba e gastrite, tivesse tomado kefir, hoje, ele tava bom. E o mesmo vale para José Alencar! “Ei, fia, oqueékefir?”. É um líquido fermentado com coisas vivas dentro, tipo Yakult. Na verdade, é um conjunto de microorganismos que dá origem a uma bebida, que, dizem por aí,  é boa para curar um batalhão de coisas. Vai a baixo um Ctrl + C/ Ctrl + V de algumas delas.

asma, acne, problemas renais, acidez estomacal, problemas circulatórios, colesterol, reumatismo, osteoporose, hepatite, bronquite, catarro, tuberculose, descontrole da produção de bilis, alergias, enxaqueca, males do cólon, úlceras, problemas digestivos, colites, bactérias hostis, prisão de ventre, diarréia, candidíase, inflamações intestinais, ansiedade, depressão, diversos eczemas, etc.

Eu e o kefir, o kefir e eu.

Sim, queridos, tive a mesma dúvida de vocês. Se esse babado é tão milagroso assim, por que eu não encontro no supermercado para vender? Porque o kefir é muito frágil e morre com facilidade, além de ser pouco conhecido aqui no Brasil. É por isso que Lúcia – quem me apresentou a ele e  proprietária daquela pousada que falei aqui – cria em casa e mostrou como é fácil. Primeiro de tudo, é preciso ter os grãos de kefir. Não estão à venda, viu? Existe uma rede mundial de cultivadores que divide um pouquinho do que tem com interessados. Nesse site você pode ganhá-los. Eles são branquinhos, meio borrachudos e se reproduzem rápido. Para que se desenvolvam, Lúcia os mantém em um pote com leite, que, de um dia para o outro, se transforma em uma espécie de iogurte. Aí é só peneirar, tirar o que é de beber e colocar de volta os kefirzinhos para se alimentarem de novo. 🙂Lúcia tomando conta do kefir

Achou estranho? Não teria coragem de fazer em casa? Fica com pé atrás, não.  Kefir é massa, minha gente! É uma bebida bem encorpada e azeda. Pura tem um gosto muito forte, mas Lúcia bate no liquidificador com frutas, como mamão. Delícia! De verdade. Me arrependi de não ter pedido um pedacinho de kefir pra mim por medo dele morrer no caminho. A viagem daí pra frente ia ser longa. No entanto, é projeto futuro. Só pra constar, Lúcia garantiu que umas dores sem cura que tinha no corpo foram sanadas pelo milagroso. Saúde de ferro! Quem quiser mais informações, o nome desse livro aí no começo é Fitoterápicos – Anti-Inflamatórios, de J.C.T Carvalho.

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

16 Comentários

  • Responder julho 20, 2011

    Luana

    Mi,
    adorei conhecer a história do Kefir. Naquela foto da peneira ficou parecendo soro de leite de vaca coalhado. Até lembrei do meu vôzinho querido, quando ele me ensinava a fazer queijo de coalho. A gente tinha de pegar a parte do soro que tinha coalhado com uma peneirinha e juntar tudo na forma do queijo. Depois a gente espremia bem muito pra tirar o excesso de soro, salgava e colocava no sol pra secar. 🙂 Era light e delicioso o queijinho do meu vô.

  • Responder abril 21, 2012

    Helena Marques de Araujo

    Como encontrar o khefir? Moro em Uberlândia MG.

  • Responder abril 21, 2012

    Helena Marques de Araujo

    Quero ter o khefir. Onde encontrá-lo? Moro em Minas Gerais, cidade Uberlândia

  • Responder agosto 18, 2013

    Rosana

    Oi Milenna!!!Moro em Uberlândia e gostaria de receber grãos de kefir de leite. conheço quem tenha os de água, posso cultivá-los em leite? Se vc tiver para doar posso ir em sua casa buscar se vc concordar!! Um abraço!!

  • Responder dezembro 19, 2013

    TARCISIO F. CUNHA

    Oi Milenna,
    -Gostei de seu site, parabens.
    Já conheço os beneficios do Kefir, estive procurando Fermendo Bulgaro para completar a receita de ELIXIR DA JUVENTUDE de Caio Miranda, mas descobri que é o mesmo KEFIR.
    então, gostaria de receber alguns grãos. Mora em Uberlândia Ok

  • Responder julho 1, 2015

    Vinicius

    oi Milenna, excelente artigo! Vc tem kefir para doar/vender? Estou em Uberlandia.

  • Responder julho 4, 2015

    Niulma

    Alguém de Uberlândia tem o kefir de água para doar?

  • Milenna Gomes
    Responder julho 5, 2015

    Milenna Gomes

    Oi, gente! Que engraçado, tanta gente de Urbelândia por aqui. 🙂
    Uma pena, mas não tenho kefir para compartilhar. Parei de manter em casa há um tempo.

    Obrigada pela visita.
    Abraços!

  • Responder julho 7, 2015

    Narjara

    Tantos coleguinhas de Uberlandia… e aí meus amigos, alguém de vcs conseguiu notícias de alguém aqui em Udia que tenha Khefir para compartilhar?

  • Responder setembro 28, 2015

    mirela

    Olá moro em Uberlândia gostaria da doação de kefir no leite.Desde já agradeço.

  • Responder novembro 23, 2015

    daniela

    ola boa tarde gostaria de saber se você doa ou conhece alguém que doe kefir obrigada

  • Responder junho 6, 2016

    Eunice Fátima de Aguiar

    simplesmente maravilhoso, gostaria de cultivar o kefir.

  • Responder setembro 6, 2016

    Camila

    Moro em Uberlândia, onde posso encontrar doação do kefir??

  • Responder setembro 14, 2016

    vanessa costa

    Ola! Sou de Uberlândia e tenho kefir de agua e leite para doação. Meu contato é vanessadacosta12@yahoo.com.br

  • Responder outubro 23, 2016

    Sérgio Olégario

    Bom dia a todos, mudei para Uberlandia a pouco tempo, gostaria de informações sobre o Kefir de água, e onde conseguiria? Obrigado

Deixe um comentário