Japanese Tea Garden, o jardim de chá japonês de San Francisco

O Golden Gate Park, em San Francisco (Califórnia), é gigante. Maior que o Central Park, em Nova York. São mais de 4 quilômetros de extensão, até chegar no mar, e várias atividades diferentes, de museus a campo com bisões, os búfalos americanos. Precisaria de umas três viagens pra conhecer tudo. Só passear pela natureza já é uma delícia, mas explorar os tantos lugares instalados pelo caminho é massa. O jardim de chá japonês é um atração linda e das mais baratas. A entrada custa $8.

japanesetg-11 japanesetg-7 japanesetg-12

O espaço reproduz o ambiente verde e tranquilo de um típico jardim japonês. Ele existe desde 1894 e nasceu como uma vilinha nipônica durante uma exposição de inverno. Acabou crescendo, adotado por um arquiteto japonês, Makoto Hagiwara, que morou lá com mais 120 mil japoneses americanos. Eles foram expulsos durante a guerra, em 1942, e nunca mais voltaram. Hoje, o Japanese Tea Garden virou um oásis a parte no meio do Golden Gate Park. A arquitetura é incrível, a vegetação traz um paz. Cantinho perfeito pra meditar, respirar. Tem até uma estátua de Buda, tão antiga quanto o próprio local.

japanesetg-13 japanesetg-10 japanesetg-9

Fui em dia nublado, com uma chuvinha chata, mas que deixou tudo mais bonito. Tire uma tarde pra ficar por lá. Caminhe, relaxe, jogue uma moedinha no riacho e faça um pedido. Como o nome diz, é um jardim de chá. Em uma casa aberta com vista para o jardim você pode entornar uma xícara e deixar a visita mais aconchegante. Passe na lojinha de artigos japoneses e caia pra trás com tanta coisa linda. É um passeio massa. Não deixa de ir.

LEIA TAMBÉM
Intercâmbio em San Francisco: quanto custa, onde morei e estudei

japanesetg-5 japanesetg-4japanesetg

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

Seja o primeiro a comentar