Cheesecake de frutas vermelhas

Fato: existem infinitas maneiras de se preparar uma cheesecake e você precisa encontrar a que se adapte melhor às suas habilidades, paladar e bolso. A tradicional americana leva quase um quilo de cream cheese, por exemplo. Como o povo lá ganha em dólar, é perfeitamente normal se manter ligado às tradições, né? Aqui, humildes 150g de cream cheese Philadelphia custam 5 dilmas, coisa que meu bolso não tá preparado emocionalmente e psicologicamente para enfrentar. Aí é dar aquele jeitinho brasileiro. Essa receita eu aprendi nos tempos de estágio como repórter no programa Sabor da Gente, com o chefinho Wellington, e leva ricota no recheio. No Extra da João de Barros o preço desse queijo é sempre bom e eu dei a sorte de pegar uma super promoção (400g por R$6). Ah, não se esquece que é preciso uma assadeira média com fundo removível, tá? Comprei uma especialmente para essa receita. Bora lá:

Massa:
1 pacote de biscoito maisena triturado
120g de margarina gelada

Junta a margarina e o biscoito até formar uma massa, forra o fundo da assadeira e leva ao forno por uns 10 minutinho.

Recheio:
400g de ricota
150g de cream cheese
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
2 ovos
2 gemas
1 colher de sopa de suco de limão

Esfarela a ricota com os dedos e coloca na batedeira junto com o leite condensado até ficar homogêneo. Depois bota o cream cheese, os ovos, as gemas e bate de novo. Aí coloca o creme de leite e o suco de limão e termina de bater. Joga esse creme por cima da massa pré-assada e leva ao forno até dourar.

Cobertura:
um potinho de geleia de frutas vermelhas

Despeja a geleia numa panelinha com três colheres de água quente e mexe até dissolver. Coloque por cima da massa já fria, ainda na forma, e leve à geladeira por algumas horinhas. Depois desenforme e

tcharaaaaaaaaaaaaaaaaaaam! Fica uma peeeeeeeeerdição.

cheesecake

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

1 Comentário

Deixe um comentário