CalanGourmet, o food truck de crepes e escondidinhos

Recife, minha fia, tá difícil acompanhar teus food trucks, viu? A quantidade aumenta mais do que a conta de luz! Têm váaaaarios interessantes que eu ainda não fui explorar – e uns que eu nunca deveria ter ido, #deuzulivre -, mas no CalanGourmet eu já dei meu check () e, ó, gostei. Olha que alegria: os valores do cardápio não ultrapassam R$ 20, motivo suficiente pra valer a visita. Se tu não gostar, o prejuízo é pouco, né? Mas a comida é tão certeira e bem feita que acho difícil desagradar. A consultoria do cardápio foi feita pelo chef Pedro Godoy, que comanda a ótima cozinha do Vaporetto, lá em Casa Forte.

calangourmet 9

A proposta do trailer é vender preparações com pegada regional, só que incrementadas com um borogodó. Tem um alho-poró ali, um queijinho do reino aqui, uma maçã caramelizada acolá. Nada, no entanto, que assuste os mais resistentes à gourmetização. No cardápio também estão disponíveis uns classicões como esse escondidinho lheeendo da foto do topo, feito com carne de sol desfiada e acebolada, coberta com purê de macaxeira e queijo muçarela maçaricado. R$ 12 (pequeno) ou R$ 18 (grande). Infalível, né? Quem não gosta dessa combinação, bom pernambucano não é. Tava uma delícia. Carne molinha e bem desfiadinha. Creme levinho e suave. Poderia estar mais temperado, para o meu paladar, mas no geral não tenho do que reclamar. Provei também o de jerimum com camarão e queijo do reino e, MEO AMIGO, levou cinco estrelinhas douradas. Melhor coisa do cardápio, de longe!

calangourmetESCONDIDINHO de camarão com creme de jerimum e queijo do reino. R$ 14. (pequeno) ou grande (R$ 20). ♥

A diferença do maior para o menor é bem grande, viu? Acho mais vantagem pedir logo o segundo e não correr risco de ficar com fome. Já ta numa marmitinha, qualquer coisa você leva pra casa e come depois. By the way, as embalagens não são fofinhas demais? Te entregam lacradinha, uma graça. O crepe não fica por baixo. Eles vêm num cone de papelão e, à medida que a massa for acabando, você vai apertando o fundo para ela subir. Sem garfo e faca. O veículo, como vocês viram, é todo descolado, com arte inspirada no Movimento Armorial e feita pelo artista plástico Lucas Suassuna, neto de Ariano. Achei um dos food trucks mais bonitos até agora.

calangourmet 7CREPE de camarão com alho-poró, gengibre, manjericão e creme levinho de gorgonzola. R$ 20.

Os crepes! Dos seis salgados, provei esse aqui de cima e tava joia! É bem grande, minha gente. E não tem pirangagem de recheio não. Dá pra preencher o bucho direitinho e sair alimentado. Não experimentei, mas o de camarão com creme de queijo do reino deve ser sensa também. Essa mistura apenas não tem como dar errado e foi aprovada pela mesa julgadora que estava comigo. Eu testo numa próxima.

CalanGourmet 10CREPE de camarão salteado ao creme de queijo do reino. R$ 20.

E, claaaaaro, os crepes doces. Chora com esse de Nutella e castanha, beibeer. O amantes de doce de leite também estão bem representados. Ele aida é recheado com muçarela pra dar aquele tchan do contraste entre doce e salgado. Delícia!

calangourmet 5 calangourmet 3DOCES Nutella com castanha granulada e doce de leite com queijo muçarela. R$ 14 (cada).

Mas o de maçã caramelizada vale a pena demais, viu? Fica com peconceito não. Nem gosto de fruta tem. Corre o risco de ser mais gostoso que o de doce de leite, inclusive. Mais do que o de Nutella nunca, claro.

calangourmet 4 calangourmet 2CREPE de maçã caramelizada com creme inglês, leite condensado e canela. R$ 14.

O espaço do CalanGourmet é bem estreitinho. Ele fica estacionado de quarta a domingo numa galeria nos Aflitos, bem ao lado da Dona Brigadeiro. São poucas cadeiras e bancos, então você corre o risco de ficar em pé se bombar muito. Como os pratos não demandam grandes aparatos para serem consumidos, contudo, é bem de boa. O pedido, o pagamento e a retirada da comida, como é costumeiro no serviço dos food trucks, são feitos direto no trailer. A vibe do lugar é massa, viu? O custo-benefício talvez pudesse ser melhor, já que food truck não tem a mesma estrutura, número de funcionários e nem paga os mesmos impostos que um restaurante. Mas eu acho isso de todos os food trucks, não é exclusividade desse (tema para um próximo post). No geral, o preço é amigo, o pedido sai rápido e a comida é delicinha. 🙂

calangourmet 8FOTO desfocada, mas feita com amor.

Serviço

CalanGourmet
Rua do Futuro, 470, Aflitos. Estacionamento da Galeria do Futuro (coladinho com a Donna Brigadeiro).
Funcionamento: quarta a domingo, das 18h às 23h

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

1 Comentário

  • Responder junho 17, 2015

    rodolfo nícolas

    Lá em Salgueiro era comum os maloqueiros comerem os calango caçados no mato. Tinha que tirar a pele do bicho com uma gilete e geralmente se assava numa fogueirinha improvisada com algum pedaço de cerca quebrada. Eles diziam que parecia com carne de galinha. Não lembro se comi carne de calango ou foi de passarinho.

Deixe um comentário