Anatomia de um brigadeiro perfeito

Ganhei uma caixinha de brigadeiros na saída de um evento e fui explorar o conteúdo no carro mesmo, voltando pra casa, porque a vida é curta. Seis bolinhas perfeitamente enroladas e confeitadas. Sabores sortidos. Parei, olhei, pensei… Por que ter uma só se eu posso ter todas, né? Não negarei a mim esta vida de prazeres! Elas estavam lá, me dando mole, resolvi pegar geral. Uma por uma. E em certos momentos até duas ao mesmo tempo. De boa, fiquei naquela aventura com os brigadeiros, quando, numa mordida, as luzes do mundo se apagaram. Todos os sons foram junto. Eu só conseguia sentir minhas papilas palpitarem e dizerem “é esse”. Comi sem botar fé (nem era de chocolate), achando que não ia me apegar, mas os amores  mais fulminantes da vida chegam assim, né? Ah, não. Com esse não era só diversão. É relacionamento seríssimo. Apresentei a Felipe e disse que estava apaixonada. Ele entendeu. Tinha que entender. Até me deu metade do brigadeiro da caixinha dele para eu relembrar aquela noite e do quanto eu fui feliz. Antes, tirei uma foto do meu novo affair pra mostrar a vocês que beleza interior é fundamental.

De dentro para fora:

{nutella + brigadeiro branco + castanhas}

brigadeiro sniff

Te amo. <3

Da Sniff Brigadeiros. :*

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

3 Comentários

  • Responder novembro 21, 2013

    Fernanda Nery

    DA onde é esse brigadeiro divino?????????

    Onde encontro?
    Fazer a propagando do brigadeiro e não dizer depois aonde compro é crime!!!!!!
    ahauhauhauahua

  • Responder novembro 21, 2013

    Fernanda Nery

    Ah, vi agora da Sniff! ABAFA!! hahahaHAHAHa

    • Milenna Gomes
      Responder novembro 21, 2013

      Milenna Gomes

      HAHAHAHAHHHA tá discreto. :DDD

Deixe um comentário