Achadinhos de cozinha na Fenearte 2015

Choveu loucamente o sábado inteiro e eu só conseguia me mover para trocar de filme no Netflix. Entre um play e outro, pensei: ninguém vai pra Fenearte chovendo desse jeito, né? Se tem uma coisa, nesse época, que eu gosto tanto quanto ficar enrolada no lençol, me alimentando de chocolate, é Fenearte vazia. Catei toda minha coragem, que estava em cacos jogada pelo chão, e me mandei para o Centro de Convenções. Fui disposta a arrematar um leão de Nuca, um dos homenageados deste ano, e ficar ligeiramente mais pobre, mas o tamanho que eu queria tinha acabado. Ainda estou arrasada. Meu bolso, por outro lado, tá rindo até agora. Aproveitei pra registrar achadinhos de cozinha e não dar viagem perdida. A feira acontece até o próximo domingo (12).  Funciona, de segunda à sexta, das 14h às 22h, e a entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Sábado e domingo é das 10h às 22h, já o ingresso, R$ 12 e R$ 6.

Box Conceição das Crioulas

fenearte 10

Paninhos (de prato, jogo americano e guardanapos) feitos em algodão e bordados à mão pelas artesãs de Conceição das Crioulas, quilombo em Salgueiro, no Sertão do Estado. R$ 22 (o pequeno). Esses suportes de gravetos LINDOOS também estão sendo vendidos lá. Só não perguntei o preço.

Box Mimos de Mulher

fenearte 6fenearte 4

Aqui tem bolsinhas bordadas de todos os tamanhos. Essas que guardam marmitinhas eu achei as mais bonitas. As grandes, como essa última, têm dois compartimentos: dá pra levar talheres na parte de cima e a comida embaixo (R$ 40). As menores custam R$ 28. Corredor 8.

Box Emanuela Enxovais

Fenarte 23 Fenarte 24

Achei tendência esse puxa-saco com estampa e bordado de abacaxi com banana (R$ 16). Das passarelas para o enxoval de cozinha. As luvinhas custam R$ 16 e os panos de prato, R$ 7. Fica no corredor 14.

Box Maria Paninho Enxovais

Fenarte 15 Fenarte 16

Jogo americano (R$ 20 cada peça), guardanapos (R$ 12) e passadeiras (a partir de R$ 25) com estampas super fofas. Quem gosta de deixar a mesa charmosa para o jantar vai pirar com os itens. Corredor 15.

Aaaaah, Simone, filha da Maria Paninho, ainda me ensinou a dobrar guardanapo. Dá o play!

Box Mônica Beltrão

Fenarte 30Fenarte 13

Produtos reciclados que, de longe, mais parecem porcelana francesa. Os suportes para bolo (R$ 75) e a queijeira (R$ 60 – essas da foto do topo) são feitos de alumínio reaproveitado. E tudo, inclusive as bandejas de mandeira (de R$ 30 a R$80), é trabalhado à mão pelas artesãs Tereza Brito Lira e Mônica Beltrão, que deixam tudo com cara de casa de boneca.

Box Sergipe 

fenearte 9 fenearte 7

Fiquei APAIXONADA por esses paninhos de bandeja bordados à mão. Alguns demoram até 15 dias para serem feitos, segundo uma artesã. Daí o preço mais salgadinho (de R$ 30 a R$ 60 a unidade).

Box Mato Grosso do Sul

Fenearte 33

Desmaiada com essas bandejas de madeira (ipê e angico). Selma, a artesã que fabrica, faz tudo na mão, inclusive a parte de lixar (que deixa esse brilho lindo). Tem desde petisqueiras a peças maiores, como a quadrada da foto (R$ 150).

Box Cerâmica do Vale do Jequitinhonha (MG)

feneart 34

Eu amooo moringas e as desse box mineiro são uma coisa linda! Só as garrafinhas custam R$ 50. O copinho do topo é mais R$ 12. E os filtros de barro pintados? Vintage é aí, viu? Queria…mas por R$ 100 (o pequeno) e R$ 450 (o grande) eu fico tomando água do meu garrafão azul mesmo.

Box Fiji

Fenarte 19 Fenarte 20

Não levei, mas ainda tô pensando nesse bowl de gatinho. ♥♥♥ Mesmo sendo de porcelana japonesa, não conseguiu me tirar R$ 39. Caro, né? Se fosse umas dilmas a menos eu tinha levado ele e o de libélulas azuis. Ai…

Eu e minha pirangagem economia estaremos na Fenearte domingo que vem pra ver se rola uma promo amiga, nhée? E se vocês encontrarem alguma coisa linda, me marca lá no Insta! @milennagomes

PLUS Não é comida, maaas…

Se esse vaso me pedir em casamento, eu aceito. MUSO!

Tô amando. @ceramicadocabo #fenearte

A photo posted by Milenna Gomes (@milennagomes) on

Milenna Gomes

Criadora do NSC, Milenna é jornalista de gastronomia e mestranda em história da alimentação na Universidade de Coimbra. Recifense vivendo em Portugal. Críticas e sugestões: contato@naoseicozinhar.com

2 Comentários

  • Responder julho 6, 2015

    claudia

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…..
    Ameeeeeeei o seu texto….hilário!!!!!!!

  • Responder julho 13, 2015

    Nadia

    Olá, e essa foto principal? quem faz?

Deixe um comentário